Lula cancela ida ao G20 para acompanhar ajuda ao Nordeste

O presidente Lula sobrevoa cidades afetadas por chuvas juntamente com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (Foto: Ricardo Stuckert / PR)
Image caption Lula teria ficado impressioando com destruição causada por chuvas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu cancelar a viagem que faria nesta sexta-feira a Toronto, Canadá, para participar da cúpula de chefes de Estado do G20, grupo dos principais países ricos e em desenvolvimento.

Segundo o Palácio do Planalto, o presidente tomou a decisão pela manhã desta sexta, com o argumento de que é preciso acompanhar de perto a ajuda aos Estados de Alagoas e Pernambuco, afetados por chuvas e inundações. O número de mortos com o desastre na região já chega a 51.

De acordo com um interlocutor, o presidente teria ficado "impressionado" com as cenas que viu ao visitar algumas cidades afetadas e, já na viagem de volta do Nordeste, nesta quinta-feira, teria cogitado suspender sua participação na reunião do G20.

Durante a viagem, Lula disse que não haverá "burocracia" na liberação dos R$ 694 milhões anunciados pelo governo federal para socorro às vitimas. Ao todo, 87 cidades foram afetadas, com cerca de 53 mil pessoas desabrigadas.

Leia mais na BBC Brasil sobre as declarações de Lula

G20

Essa será a quarta cúpula presidencial do G20 e a primeira sem a presença do presidente Lula, que será representado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Os países que integram o grupo deverão discutir, entre sábado e domingo, a continuidade de medidas de estímulo às suas economias.

Países como Brasil e Estados Unidos têm defendido a manutenção das políticas anticíclicas, enquanto os europeus - alguns com problemas fiscais - preferem reduzir os gastos públicos.

Também deverão estar na pauta assuntos de reuniões anteriores, como as ações para aprimorar a supervisão do sistema financeiro e bancário, tema frenquentemente apontado como cerne da última crise internacional.

Notícias relacionadas