Chuvas deixam mais de cem soterrados e milhões de desabrigados na China

Inundação na China
Image caption Sul da China vem sendo castigado por chuvas fortes

Autoridades na China acreditam que mais de cem pessoas estejam soterradas, possivelmente com vida, após chuvas torrenciais terem provocado um deslizamento de terra no sudoeste do país, segundo a agência estatal de notícias Xinhua.

O deslizamento ocorreu na cidadezinha de Dazhai, na província de Guizhou. Segundo as autoridades, equipes de resgate estão no local.

O sul da China vem sendo castigado por chuvas fortes, que só neste mês provocaram a morte de 235 pessoas.

Pelo menos cem pessoas estão desaparecidas e cerca de 2,4 milhões estão desabrigadas.

A agência Xinhua havia dito que 150 pessoas estavam soterradas, mas depois corrigiu o número para 107.

No domingo, as autoridades disseram que quase 69 milhões de pessoas haviam sido afetadas pelo mau tempo.

O governo ordenou a criação de um centro de ajuda e resgates para coordenar as atividades das equipes de emergência.

Mais de 15 mil soldados foram enviados ao local para prestar auxílio.

O desastre provocou cortes de energia, ruptura de represas e danos generalizados em estradas. Milhões de pessoas não têm acesso a água potável.

São as piores enchentes no sul da China desde 1998, quando mais de 3.600 pessoas foram mortas e mais de 20 milhões ficaram desabrigadas, informou a Xinhua.

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet