Espanha supera Paraguai e pega Alemanha, que arrasou argentinos

Jogadores da Espanha comemoram classificação
Image caption Jogadores da Espanha comemoram classificação

Espanha e Alemanha vão se enfrentar na semifinal da Copa do Mundo, após derrotarem respectivamente Paraguai e Argentina neste sábado.

A Espanha venceu o Paraguai por 1 a 0 em Johanesburgo. Poucas horas antes, os alemães golearam a Argentina por 4 a 0, em uma das melhores exibições da Copa até agora. A Alemanha garantiu mais uma participação em semifinal de Copa - a terceira consecutiva da equipe. A Espanha volta a jogar uma semifinal pela primeira vez desde 1950.

Como o Brasil na sexta-feira, Paraguai e Argentina deram adeus à competição. Com isso, o Uruguai tornou-se a única seleção da América do Sul ainda na Copa do Mundo. Antes da rodada, metade das oito equipes no torneio eram da região.

Alemanha e Espanha enfrentarão-se em Durban na próxima quarta-feira. A outra semifinal será decidida entre Uruguai e Holanda, na Cidade do Cabo, na terça-feira. Os vencedores se encontram em Johanesburgo para a final, no dia 11 de julho.

Alemanha

Image caption Klose e Boateng comemoram classificação da Alemanha

Com grande atuação do meia Bastian Schweinsteiger, que anulou a estrela argentina Leonel Messi em campo, a Alemanha dominou os argentinos no jogo realizado na Cidade do Cabo.

O atacante Miroslav Klose, que havia marcado apenas três gols em toda a temporada passada pelo Bayern de Munique, fez dois gols na partida e já soma quatro na Copa do Mundo. O atacante alemão já fez 14 gols em Copas do Mundo, um a menos do que Ronaldo.

Thomas Mueller abriu o placar para os alemães logo cedo. O jogador tomou o seu segundo cartão amarelo na Copa ao longo da partida e não poderá enfrentar a Espanha na semifinal.

No segundo tempo, a Argentina esteve melhor nos minutos iniciais, com uma boa chance do atacante Carlitos Tévez. No entanto, os alemães foram eficientes nas suas conclusões, primeiro com Klose e em seguida com o zagueiro Friedrich. A poucos minutos do final, em uma rápida jogada, Klose fechou o placar.

A Alemanha ganhou com Neuer, Friedrich, Lahm, Mertesacker, Boateng (Jansen), Khedira (Kroos), Schweinsteiger, Ozil, Podolski, Klose e Mueller.

A Argentina perdeu com: Romero, Demichelis, Burdisso, Heinze, Otamendi (Pastore), Di Maria (Aguero), Mascherano, Maxi, Higuain, Messi e Tevez.

Espanha

Image caption Villa marcou o gol que classificou a Espanha

À noite, Espanha e Paraguai fizeram um duelo tenso, com um momento eletrizante no segundo tempo, em um intervalo de apenas dois minutos.

Aos 13 minutos do segundo tempo, o zagueiro espanhol Piqué agarrou o paraguaio Cardozo dentro da área. O juiz marcou pênalti no lance. O próprio Cardozo bateu, mas teve seu chute defendido pelo goleiro Iker Casillas.

Um minuto depois, no contra-ataque após a defesa de Casillas, o atacante espanhol David Villa foi derrubado na área paraguaia por Caceres, que tomou cartão amarelo no lance. Xabi Alonso acertou a cobrança de pênalti, mas o juiz Carlos Batres, da Guatemala, mandou ele repetir, devido à invasão de área por um dos espanhóis. Na repetição, o goleiro paraguaio Villar defendeu a cobrança, mantendo o placar 0 a 0.

A partida manteve-se empatada sem gols até os 38 do segundo tempo, quando Iniesta arrancou e rolou a bola para Pedro. O jogador chutou a bola na trave, mas sobrou para o atacante David Villa, que mandou novamente a bola na trave. Porém, desta vez, ela acabou entrando.

No minuto final, as duas seleções ainda tiveram chances de gol, mas foram impedidas pelos goleiros Casillas e Villar. A vitória por 1 a 0 garantiu a Espanha na semifinal.

O Paraguai jogou com: Villar, Veron, Morel, Cardozo, Barreto (Vera), Santana, Da Silva, Caceres (Barrios), Riveros, Valdez (Santa Cruz) e Alcaraz.

A Espanha teve: Casillas, Pique, Puyol (Marchena), Iniesta, David Villa, Xavi, Torres (Fabregas), Capdevila, Alonso (Pedro), Ramos e Sergio.

Notícias relacionadas