Ataque mata 16 muçulmanos xiitas no Paquistão

Crianças refugiadas afegãs no0 Paquistão
Image caption A região recebe um grande número de refugiados do Afeganistão

Pelo menos 16 pessoas foram mortas neste sábado no que suspeita-se que tenha sido um ataque sectário no nordeste paquistanês.

Todos os mortos eram muçulmanos xiitas, segundo funcionários do governo, que afirmaram ainda que o número de vítimas pode subir.

Eles faziam parte de um comboio civil que rumava para a cidade predominantemente sunita de Peshawar quando este foi vítima de uma emboscada de homens armados.

O comboio, que estava sendo protegido por forças de segurança, foi atacado na vila de Char Khel, região de Kurram, próxima a fronteira com o Afeganistão.

Violência

A região tribal de Kurram tem sido local de conflitos entre sunitas e xiitas há anos.

Calcula-se que mais de 4 mil pessoas tenham sido mortas em choques sectários desde o final da década de 1980.

A minoria xiita responde por cerca de 20% da população de 20% do Paquistão.

O número de ataques para a realização de crimes como assaltos e sequestros também tem aumentado na região nos últimos três anos.

O Exército paquistanês matou cerca de 100 pessoas na região nos últimos meses, em operações contra militantes.

Notícias relacionadas