China tenta conter mancha de óleo após explosão de dutos

Explosão
Image caption Autoridades ainda não sabem o que causou a explosão

As autoridades chinesas montaram neste fim de semana uma operação no nordeste do país para limpar uma mancha de óleo de cinquenta quilômetros quadrados no mar Amarelo.

A mancha foi causada por um vazamento, depois que dois oleodutos explodiram na noite de sexta-feira próximo ao porto de Dalian.

A explosão provocou um fogo intenso que queimou durante todo o final de semana. Ninguém morreu nem ficou ferido nas explosões.

Segundo o jornal chinês China Daily, mais de 2 mil bombeiros trabalharam no combate às chamas.

Uma equipe foi formada no domingo para investigar o incidente, mas até agora ainda não se sabe o que provocou as explosões.

Os dois oleodutos pertencem à companhia China Petroleum Corp (CNPC).

A primeira das explosões aconteceu quando um navio da Libéria descarregava petróleo no porto.

Segundo a CNPC, o óleo parou de vazar no mar, já que as válvulas que controlam o fluxo do líquido foram fechadas. Mais de sete mil metros de bóias foram usados para evitar que a mancha se espalhe ainda mais pelo mar Amarelo.

Alguns pescadores da região disseram à rede de TV Phoenix, de Hong Kong, que temem que o acidente afete a pesca local.

Notícias relacionadas