Mulher cai de veleiro à noite e é encontrada à deriva em alto-mar

Prue Nash
Image caption Nash disse que, apesar do incidente, continuará velejando

Equipes de resgate na costa da Cornualha, no oeste da Inglaterra, conseguiram encontrar uma mulher que permaneceu duas horas no mar a 80 quilômetros da praia após cair de um barco veleiro.

Prue Nash voltava de uma regata na Irlanda na madrugada do domingo quando foi lançada ao mar, que na ocasião estava agitado e com ventos de cerca de 50 km/h.

Na queda, Nash teve de se livrar do colete salva-vidas, que ficara preso no casco da embarcação, obrigando-a a ficar submersa.

"Realmente, eu não achei que sairia dessa. Foi assustador", disse a velejadora à BBC.

"Parece uma coisa boba e de mulherzinha, mas por um momento me peguei dizendo para mim mesmo que simplesmente continuasse batendo as pernas."

Ela disse que o pior da experiência foi enfrentar o frio e o cansaço. "Os braços ficam muito cansados e as pernas, com muito frio", disse. "Mas eu dizia: 'continue batendo as pernas que eles (o resgate) vão vir'", contou.

A Guarda Costeira foi alertada do incidente à 1h da manhã do domingo. Foram mobilizados dois barcos salva-vidas e um helicóptero.

Nash foi localizada por volta das 3h da manhã e levada ao hospital, de onde foi liberada "sem ferimentos".

"A maioria das pessoas que cai na água tende a morrer imediatamente – só o choque é suficiente para matá-las. Então o fato de que ela sobreviveu e está em bom estado de saúde diz muito sobre a resistência dela", disse o porta-voz da Guarda Costeira Henry Purbrick.

Apesar do incidente, Nash disse que continuará velejando.