Reino Unido lança programa de voluntariado para jovens

O primeiro-ministro britânico, David Cameron
Image caption Cameron disse que iniciativa será como um 'serviço não-militar'

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, lançou nesta quinta-feira um projeto nacional de trabalho voluntário para adolescentes.

Dez mil jovens de 16 anos devem participar da iniciativa-piloto, prevista para o próximo verão europeu (inverno de 2011 no Brasil).

No programa, com duração total de oito semanas, os participantes vão passar dez dias longe de casa. O objetivo, segundo Cameron, é ensinar os jovens a ser “socialmente responsáveis” por meio de trabalhos comunitários e ações sociais.

“Será uma espécie de serviço não-militar nacional, que vai unir jovens de diferentes origens sociais de forma nunca ocorrida anteriormente”, afirmou Cameron ao anunciar a iniciativa.

“O projeto vai ajudar jovens que sentem estar sem rumo na vida”, acrescentou.

‘Grande sociedade’

Segundo ele, a iniciativa vai incentivar adolescentes a integrar o que ele chama de “grande sociedade”.

A formação da “grande sociedade”, anunciada nesta segunda-feira por Cameron, vai, segundo o governo, promover a “redistribuição do poder” no país, com o fortalecimento de ações comunitárias.

O plano se baseia em três pilares: a ação social, com apoio ao voluntarismo e à filantropia; a entrega de mais poder às comunidades locais e a reforma do serviço público.

O governo, porém, reconhece que a amplitude do programa de voluntariado vai depender dos cortes orçamentários previstos para o segundo semestre – cada departamento público poderá ter de reduzir seus gastos em até 25%.

O projeto de trabalho voluntário é alvo de críticas da oposição.

A parlamentar Tessa Jowel, do partido trabalhista, considerou o plano “modesto e pouco ambicioso” em comparação com o programa de voluntariado implementado por seu partido, que, segundo ela, criou quase um milhão de oportunidades para jovens.