Menino britânico morre atropelado após vencer batalha de 3 anos contra leucemia

Steven Atkinson
Image caption Steven Atkinson era uma "inspiração", segundo sua famíliia

Um motorista foi considerado culpado pela Justiça britânica de atropelar e provocar a morte de um menino de 12 anos de idade que havia vencido a luta contra o câncer.

Steven Atkinson, da cidade inglesa de Sunderland, morreu no hospital após ser atropelado quando pedalava sua bicicleta em outubro de 2009.

Steven havia vencido uma luta de três anos contra a leucemia.

Além de desenvolver o câncer aos 18 meses de idade, o menino também havia nascido com lábio leporino, defeitos na mandíbula e na curvatura da espinha, surdez em um ouvido e um olho que não se mexia, segundo o jornal local The Journal.

Segundo sua família, no entanto, “Steven foi trazido à Terra para mostrar aos outros como viver”.

‘Inspiração’

“Ele venceu tanto em sua curta vida e ainda continuava sorrindo”, disse a família por meio de um comunicado divulgado apos a morte do menino.

Steven foi descrito como uma “inspiração a todos que o conheciam”.

No julgamento no tribunal de Newcastle, na terça-feira, o motorista Ross Telfer, de 21 anos, admitiu que dirigiu de forma negligente.

Segundo o The Journal, ele estava a cerca de 80 km/h em uma zona com velocidade máxima permitida de pouco menos de 50 km/h.

Telfer foi libertado sob fiança incondicional, concedida quando o tribunal acredita que o réu não cometerá outros crimes e comparecerá aos próximos passos do processo.

A pena a ser cumprida deverá ser anunciada setembro. O juiz Brian Foster disse a Telfer que espere uma sentença de prisão. Ele também foi proibido de dirigir até que cumpra pena.

Notícias relacionadas