Flórida avalia lei de imigração ‘mais dura que a do Arizona’

Bill McCollum
Image caption McCollum diz que a proposta foi reforçada contra possíveis contestações

O procurador-geral da Flórida, Bill McCollum, e legisladores locais apresentaram nesta quarta-feira a proposta de uma nova lei que endurece as medidas contra imigrantes ilegais no Estado.

As medidas propostas por McCollum, um republicano que concorre ao governo da Flórida, são consideradas ainda mais duras do que as previstas na polêmica lei de imigração do Arizona.

Assim como a lei do Arizona – que entrou em vigor no fim de julho, mas sem suas partes mais polêmicas, bloqueadas por uma juíza federal até que se avalie sua constitucionalidade – a proposta da Flórida exije que imigrantes portem documentos comprovando seu status legal o tempo todo.

Caso sejam abordados e não tenham documentos, os imigrantes estarão sujeitos a pena de até 20 dias de prisão.

Polícia

O projeto obriga os policiais do Estado a checarem o status legal de qualquer pessoa abordada por outra infração e suspeita de estar ilegalmente no país.

A proposta também obriga comerciantes locais a usarem um sistema de verificação de dados pela internet para garantir que novos contratados estejam legalmente autorizados a trabalhar nos Estados Unidos.

Pelo projeto, imigrantes sem autorização legal para trabalhar que procurem emprego no Estado da Flórida estarão cometendo um crime.

A lei também aumenta as penas para imigrantes ilegais que cometerem crimes na Flórida.

Passo além

"Essa lei vai fornecer novos instrumentos de aplicação para proteger nossos cidadãos e vai ajudar nosso Estado a lutar contra os problemas atuais criados pela imigração ilegal", disse McCollum, em um comunicado.

"A Flórida não vai ser um refúgio para imigrantes ilegais", afirmou.

O Estado tem uma grande comunidade de imigrantes hispânicos, e a nova lei deve esquentar o debate sobre o tema às vésperas das eleições de novembro.

Segundo o comunicado emitido pelo gabinete de McCollum, depois da decisão da juíza federal de bloquear partes da lei do Arizona, foram feitas algumas mudanças no projeto da Flórida para "reforçá-lo" contra possíveis contestações judiciais.

O texto afirma ainda que o projeto da Flórida vai "um passo além" da lei do Arizona, ao fornecer a juízes e oficiais mais instrumentos para lidar com imigrantes ilegais "desde a prisão até a sentença".

Notícias relacionadas