Rússia começa a fornecer combustível para usina nuclear do Irã na próxima semana

Usina começou a ser construída em 1972
Image caption Usina começou a ser construída em 1972

A Rússia anunciou nesta sexta-feira que vai começar a fornecer combustível para a primeira usina nuclear do Irã a partir da semana que vem.

A agência estatal nuclear da Rússia, que constroi a usina de Bushehr, afirmou que os engenheiros vão começar a carregar o reator com combustível.

Não se sabe, no entanto, quando o reator estará operando em sua capacidade total.

A Rússia tem cooperado com a construção da usina desde meados dos anos 1990, apesar da apreensão que o programa nuclear iraniano gera junto a grande parte da comunidade internacional.

"O combustível será carregado no reator no dia 21 de agosto. A partir deste momento, Bushehr passará a ser considerada uma isntalação nuclear", informou o porta-voz da corporação russa Sergei Novikov.

A Rússia vai administrar a usina, fornecer seu combustível e recolher seu lixo atômico. Por esta razão, especialistas em energia nuclear afirmam que há baixo risco imediato de que o reator seja usado na construção de armas nucleares.

A Rússia é o principal fornecedor de armas e tecnologia para o Irã, apesar de as relações ente os dois países terem esfriado nos últimos meses, quando Moscou apoiou um novo pacote de sanções da ONU. As sanções têm como objetivo aumentar a pressão internacional para que Teerã abandone seu programa de enriquecimento de urânio.

A cooperação de Moscou com as sanções é vista como elemento-chave para que elas sejam efetivas.

Notícias relacionadas