Veneza tem sua primeira gondoleira mulher

Gôndola em Veneza
Image caption Um passeio de 20 minutos custa em média R$ 90 reais

A administração da cidade italiana de Veneza concedeu licensa para uma mulher tornar-se a primeira gondoleira a trabalhar em seus canais em 900 anos.

Giorgia Boscolo, de 24 anos de idade, filha de um gondoleiro e mãe de dois filhos, submeteu-se durante um ano a exames práticos e testes escritos antes de conquistar a permissão.

Ela diz esperar trabalhar em breve com sua gôndola em frente à basílica de São de Marcos.

O vice-prefeito de Veneza diz que existe uma “excessiva dominação masculina” dentro da corporação de gondoleiros da cidade.

A organização é considerada bastante conservadora.

O correspondente da BBC em Roma Sandro Simionato, entretanto, diz que mesmo com a licensa, Giorgia só pode trabalhar quando algum gondoleiro precisar de substituto.

Além de 425 gondoleiros titulares, Veneza possui 180 substitutos, categoria a qual pertence Giorgia.

Os gondoleiros costumam receber a maior parte dos 40 euros (mais de R$ 90) por um passeio turístico de 20 minutos pelos canais da cidade.

Notícias relacionadas