Natureza

Zoológico constrói 'suíte de lua de mel' para encorajar casal de rinocerontes a procriar

Rinoceronte de um chifre fotografado em parque no Nepal    Foto: AP

Os rinocerontes de um chifre são uma espécie ameaçada de extinção

Funcionários de um zoológico em Katmandu, no Nepal, acabam de inaugurar uma "suíte de lua de mel" para dois rinocerontes raros na tentativa de encorajar o casal a procriar.

Kancha, de 20 anos, e Kanchi, de 22, viveram a maior parte de suas vidas em cativeiro, mas os rinocerontes nunca tiveram filhos e brigam com frequência.

A equipe do zoológico espera que a nova casa, muito maior, inspire o casal para o amor.

Rinocerontes asiáticos com somente um chifre são uma raça ameaçada de extinção. No Nepal, apenas 435 sobrevivem fora do cativeiro.

No passado, milhares desses animais habitavam as planícies do Nepal e do norte da Índia, mas os números caíram devido à caça ilegal e perda de habitat.

Cena Rara

A equipe do zoológico espera que esse declínio na população de rinocerontes possa ser revertido com a ajuda da nova moradia.

Kancha foi visto em uma piscina de água lamacenta junto com sua companheira, Kanchi.

Embora os dois vivam juntos há 18 anos, demonstrações de intimidade como esta costumavam ser raras.

As acomodações anteriores do casal, muito pequenas, provocavam brigas frequentes entre os dois, que tinham de ser separados.

O novo "ninho de amor" tem uma área comum, bastante espaçosa, e também áreas individuais, separadas.

O projeto foi financiado pelo Ace Development Bank, do Nepal.

O presidente-executivo do banco, Siddhant Pandey, disse que a nova moradia parece já estar melhorando o relacionamento entre os rinocerontes.

"No passado, eles ficavam separados porque brigavam muito, mas atualmente... você já vê os dois passando tempo juntos".

Os funcionários do zoológico dizem que se o programa de procriação for bem sucedido, rinocerontes de um chifre poderão ser soltos para viver livres nas planícies do Nepal.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.