McCain vence primárias e será candidato ao Senado pelo Arizona

John McCain
Image caption John McCain é favorito para vencer democratas por vaga no Senado

O ex-candidato à Presidência dos Estados Unidos John McCain venceu as eleições primárias no Arizona e será o candidato do Partido Republicano ao Senado no Estado.

Na contagem dos votos após o pleito, realizado na terça-feira, McCain conquistou uma ampla vitória sobre o seu adversário, o apresentador de rádio J.D. Hayworth.

Com a vitória, McCain tem grandes chances de voltar ao Senado para o quinto mandato da sua carreira, já que no Arizona os republicanos estão liderando as pesquisas de opinião. A eleição para o Congresso americano será realizada em novembro.

Analistas políticos dizem que McCain foi obrigado a se posicionar mais à direita no espectro político durante a campanha eleitoral para derrotar o conservador Hayworth. O adversário de McCain é apoiado pelo movimento Tea Party, de forte oposição à expansão do poder do governo federal no país.

Conservador

O veterano político adotou uma postura mais conservadora em relação à polêmica lei de imigração do Estado do Arizona, assim como aos direitos de homossexuais. McCain criticou ainda o programa de reforma da saúde do presidente americano, Barack Obama.

O republicano gastou quase US$ 20 milhões na campanha nas eleições primárias. Ele precisou reverter uma vantagem de Hayworth, que liderava as pesquisas no começo das campanhas.

Na Flórida, o ex-parlamentar Kendrick Meek, que é apoiado por Obama, derrotou o bilionário Jeff Greene nas eleições primárias do partido Democrata para o Senado. Greene tinha o apoio do ex-presidente Bill Clinton.

Meek concorrerá em novembro a uma vaga no Senado com o republicano Marco Rubio, que é apoiado pelo movimento Tea Party e é favorito na disputa. O governador Charlie Crist também concorrerá, como candidato independente.

Uma pesquisa da Reuters/Ipsos identificou que desemprego e gastos governamentais são as principais preocupações do eleitorado para o pleito parlamentar de novembro.

Notícias relacionadas