Polícia liberta reféns feitos na sede do Discovery Channel

Image caption A área ao redor do prédio foi isolada pela polícia

Um homem que tomou três pessoas nesta quarta-feira como reféns na sede da emissora de TV americana Discovery foi capturado pela polícia.

Os reféns foram liberados, ilesos. O sequestrador foi alvejado pela polícia antes de ser capturado.

O homem tinha, ao entrar no prédio nas proximidades de Washington, um revolver nas mãos e canos metálicos grudados em sua roupa, o que a imprensa americana disse que poderia sugerir que ele trazia explosivos consigo.

Empregados da empresa foram evacuados logo após o início do incidente, por volta das 14h (horário local, 15 h de Brasília) e a área ao redor do prédio em Silver Spring, Maryland, foi isolada.

'Salvar o mundo'

A imprensa americana identificou o sequestrador como sendo o californiano James Lee.

Ele teria sido motivado por preocupações ambientais.

Em 2008 Lee foi preso, também em frente à sede da Discovery, após jogar milhares de dólares para o alto, em protesto, contra o que chamava de negligência do canal em “salvar o mundo”, segundo o jornal local The Gazette.

A Discovery Communications chega cerca de 1,5 bilhão de pessoas em 180 países por meio de canais como Discovery Channel, Animal Planet e Science Channel.