Atentado contra Exército mata pelo menos sete em Bagdá

Fumaça vista ao longe em Bagdá
Image caption Atentado de domingo provocou fumaça que podia ser avistada de longe

Pelo menos sete pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas neste domingo em um atentado suicida em Bagdá.

O ataque aconteceu às 11h da manhã (5h no horário de Brasília) na sede do comando militar de Rusafa, na capital iraquiana, onde funciona um centro de recrutamento do Exército iraquiano.

O atentado acontece quatro dias depois de as tropas americanas anunciarem o fim das operações de combate no Iraque.

O mesmo local já havia sido alvo de um ataque da Al-Qaeda há três semanas. Na ocasião, 50 pessoas morreram.

Segundo o correspondente da BBC em Bagdá Gabriel Gatehouse, várias pessoas testemunharam o ataque deste domingo.

Algumas testemunhas dizem ter visto pelo menos três homens-bomba tentando invadir a base militar.

Dois deles teriam sido mortos a tiros pelos soldados, mas ainda assim teriam conseguido detonar os seus explosivos. Testemunhas dizem que o terceiro homem-bomba ficou ferido, mas morreu em seguida.

Notícias relacionadas