Eleições 2010

'Moçambique é muito parecido com o Brasil', diz cineasta brasileiro

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

O cineasta e fotógrafo Chico Carneiro, que vive há 27 anos em Moçambique, conta que se sente em casa no país africano.

Segundo ele, o perfil dos imigrantes brasileiros em Moçambique mudou ao longo dos anos.

Na década de 1970, segundo ele, muitos militantes da esquerda brasileira foram para o país fugindo da ditadura e inspirados pela campanha da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo).

Hoje em dia, após anos de crescimento econômico, afirma o cineasta, há um número muito maior de brasileiros que migra para Moçambique para tentar a vida.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.