Morre o cineasta Claude Chabrol aos 80 anos

Claude Chabrol
Image caption Chabrol estudou farmácia antes de dirigir filmes

Claude Chabrol, um dos mais conhecidos cineastas da França, morreu no domingo aos 80 anos de idade.

As causas da morte não foram divulgadas. Chabrol dirigiu mais de 50 filmes durante a carreira e foi um dos fundadores da Nouvelle Vague, ao lado de François Truffaut e Jean-Luc Godard.

Entre seus filmes mais conhecidos estão A Mulher Infiel (1969), O Açougueiro (1970) e Um Assunto de Mulheres (1989).

Seu último filme, Bellamy, com Gerard Depardieu, foi lançado em 2009.

'Chabrolesco'

Nascido em 1930 em Paris, estudou farmacologia antes de se envolver com cinema.

Crítico de cinema, assim como Godard e Truffaut, da então influente revista Cahiers du Cinema, seu primeiro filme foi considerado um dos percussores da Nouvelle Vague em 1958.

No ano seguinte, ele ganhou o Urso de Ouro do Festival de Berlim por Os Primos.

Chabrol foi indicado duas vezes para a Palma de Ouro de Cannes, por Violette (1978) e Frango ao Vinagrete (1985).

Um tema recorrente em seus filmes é a tensão entre a chamada repressão burguesa e a expressão da violência contida nesse processo.

O correspondente da BBC em Paris Hugh Schofield diz que ao explorar este estilo, ele ajudou a cunhar o termo ‘chabrolesco’.

Notícias relacionadas