Explosões em Bagdá deixam '23 mortos'

Bomba no Iraque
Image caption Um dos ataques aconteceu no distrito residencial Mansur

Pelo menos 23 três pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas em dois ataques quase simultâneos , em Bagdá, na manhã deste domingo, segundo informações da agência de notícias AFP.

Os números teriam sido passados pelo Ministério do Interior iraquiano.

Os dois carros-bomba explodiram em uma estrada no norte de Bagdá, próximo a um centro de segurança nacional, e em um bairro residencial no oeste da cidade, perto de escritórios, restaurantes e postos de checagem.

Violência

A violência aumentou nos últimos meses no Iraque. Policiais e soldados iraquianos estão entre os alvos mais comuns dos atentados.

Julho e agosto estão entre os meses com maior número de mortos desde 2008, segundo dados do governo.

A alta na quantidade de ataques no país acontece depois das eleições de março, que contribuíram para o clima de incerteza. Políticos iraquianos não conseguiram chegar a um acordo para a formação de um novo governo.

Em agosto, o Exército americano retirou milhares de soldados do Iraque e declarou o fim oficial das operações de combate, apesar de 50 mil homens permanecerem no país para dar apoio aos soldados iraquianos.

Notícias relacionadas