Premiê indiano convoca reunião de emergência para discutir Jogos

Vila Olímpica
Image caption Trabalho de construção ainda não terminou na Vila Olímpica

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, convocou uma reunião de emergência nesta quinta-feira com os ministros envolvidos na organização dos Jogos da Comunidade Britânica, em Nova Déli, para discutir os preparativos.

A quase uma semana da abertura da competição, as acomodações para os atletas na Vila Olímpica ainda não estão prontas, e muitos questionam as condições de higiene e segurança dos aposentos.

Segundo o correspondente da BBC Mark Dummet, em Nova Déli, cerca de mil operários extras foram contratados para ajudar na limpeza dos alojamentos, mas o trabalho ainda está longe de terminar.

Segundo o chefe da delegação inglesa, Craig Hunter, as paredes de alguns quartos ainda não foram emassadas, e outros foram inundados pelas fortes chuvas que atingiram a cidade nos últimos dias.

Também há relatos de banheiros com vazamento e em que as descargas não funcionam, e de cães vira-latas dormindo nas camas.

Os Jogos serão iniciados em 3 de outubro e durarão 11 dias.

Image caption Os banheiros parecem estar em estado particularmente ruim

Canais de TV indianos descreveram o estado dos alojamentos como uma “vergonha nacional”.

O governo indiano, no entanto, insiste que esta edição dos Jogos da Comunidade Britânica, disputados por 53 países, a grande maioria ex-colônias britânicas.

Pressão

Nesta quinta-feira, a Nova Zelândia foi o terceiro país, depois do Canadá e da Escócia, a adiar o envio de sua delegação para os Jogos. A vila dos atletas deveria ser aberta nesta quinta-feira.

Autoridades canadenses disseram que a Índia foi “indiferente, beirando o intransigente” ao lidar com os problemas.

Também há preocupação com o estado das instalações esportivas, depois do desabamento de uma passarela de pedestres que levava ao principal estádio dos Jogos e de parte do forro sobre o ginásio de levantamento de peso, no mesmo estádio.

As preocupações com segurança também aumentaram no fim de semana, depois que dois turistas foram baleados próximo à mesquita Jama Masjid, uma das principais atrações turísticas da cidade. Milícias islâmicas prometem novos ataques durante a competição.

Image caption As vielas da Vila Olímpica permanecem inacabadas, apresentando riscos de segurança

O chefe-executivo dos Jogos, Mike Hooper, disse que há melhorias todos os dias nas instalações, mas que ainda há trabalho a fazer.

“Todo mundo quer que isso funcione, e todos estão trabalhando juntos para que isso aconteça”, disse ele à agência de notícias Associated Press.

Equipes de outros países como Austrália, Inglaterra e Cingapura estão esperando para decidir quando enviar seus atletas para a competição.

A venda de ingressos para a competição tem sido decepcionante e o custo de sediar os Jogos – o maior evento esportivo da história da Índia – aumentou dramaticamente. As estimativas variam entre US$ 3 bilhões e US$ 10 bilhões.

Notícias relacionadas