Deslizamento soterra 300 casas e mata pelo menos 7 no México

Mapa

O deslizamento de um morro soterrou cerca de 300 casas na manhã desta terça-feira no vilarejo de Santa María Tlahuitoltepec, no Estado de Oaxaca, sul do México, matando pelo menos sete pessoas e deixando mais de cem desaparecidas.

O governador de Oaxaca, Ulises Ruiz, afirmou no entanto que até mil pessoas podem ter ficado soterradas enquanto dormiam. Cerca de 9 mil pessoas vivem em Santa María.

O desmoronamento do morro de 200 metros no povoado foi provocado por fortes chuvas, trazidas pelo furacão Karl e pela tempestade tropical Matthew, que castigaram a região nos últimos dias.

A situação é ainda mais grave porque as equipes de resgate especializadas não estão conseguindo chegar ao local. “As chuvas continuam fortes, os rios inundaram e estamos enfrentando dificuldades para chegar até o local porque os deslizamentos bloquearam as estradas”, disse Ruiz à rede de TV Televisa.

Neblina

O governo enviou um helicóptero a Santa María, mas ele não conseguiu pousar devido à forte neblina que cobria a região. Até a tarde desta terça-feira, apenas policiais locais e residentes trabalhavam no resgate das vítimas.

Todos os moradores da cidade estão sendo retirados de suas casas, já que ainda há risco de mais deslizamentos.

Segundo o jornal mexicano Excelsior, o presidente mexicano, Felipe Calderón, deve visitar o vilarejo ainda na noite desta terça-feira.

Diversas áreas no México, incluindo Oaxaca, vêm enfrentado nas últimas semanas a pior temporada de chuvas da história.

Ao menos 15 mortes foram confirmadas e milhares de pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas.

Notícias relacionadas