Policiais são atacados por mais de 30 gatos em apartamento em Paris

Policiais franceses foram atacados por mais de 30 gatos ao entrar em um apartamento em Paris para tentar salvar os animais, após uma denúncia de maus-tratos apresentada por uma fundação de defesa de animais, informou a secretaria de segurança pública de Paris nesta quarta-feira.

Os três policiais atacados pertencem a uma brigada especializada em capturar animais, sobretudo cães considerados perigosos.

Ao entrarem no apartamento, situado no norte de Paris, dezenas de gatos agressivos saltaram sobre os policiais.

Segundo as autoridades parisienses, os policiais foram totalmente surpreendidos pelo acesso de violência dos animais.

"Os policiais da unidade ficaram feridos e foram arranhados ou mordidos pelo bando de felinos, situação bastante paradoxal para policiais experientes na captura de cães perigosos", declarou a Secretaria de Segurança de Paris em seu jornal semanal.

O incidente ocorreu no início de agosto, mas foi revelado somente nesta quarta-feira pelas autoridades policiais da capital francesa.

A Secretaria de Segurança Pública de Paris ressalta que apesar do ataque, o final da história pode ser considerado "feliz".

Os policiais saíram feridos, mas os gatos, segundo as autoridades parisienses, foram recolhidos pela Fundação Brigitte Bardot, que atua na área de proteção de animais.

Notícias relacionadas