Ibope aponta Dilma estável, com 50%; pesquisa Sensus dá 47,5% para petista

Duas pesquisas divulgadas nesta quarta-feira mostram cenários distintos na disputa presidencial, a cinco dias das eleições de domingo.

Pesquisa Ibope aponta que a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff (PT), se mantém com 50% das intenções de voto, estável em relação à pesquisa anterior do mesmo instituto, divulgada na sexta-feira passada.

O candidato José Serra (PSDB) teria, segundo o levantamento, 27% dos votos, um ponto percentual a menos do que indicava a pesquisa anterior do Ibope.

Marina Silva (PV) subiu de 12% para 13%, e os votos brancos e nulos seriam de 4%.

Sensus

Já pesquisa do instituto Sensus indica que Dilma teria 47,5% dos votos, contra 25,6% de Serra e 11,6% de Marina.

O levantamento anterior realizado pelo instituto apontava Dilma com 50,5% das intenções de voto, contra 26,4% de Serra e 8,9% de Marina Silva (PV).

No caso de haver segundo turno, os números sugerem que Dilma venceria Serra por 55% a 32%, segundo o Ibope, e por 53,9% a 34,5%, segundo o Sensus.

Os números dos dois levantamentos são relativos a voto estimulado (quando uma lista com os candidatos é apresentada ao eleitor).

A pesquisa do Ibope foi feita entre 25 e 27 de setembro, a partir de 3.010 entrevistas, e a do Sensus é de 26 a 28 de setembro, com 2 mil entrevistados.

A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, no caso do Ibope, e de 2,2 pontos, também para mais ou para menos, no caso do Sensus.

Na terça-feira, pesquisa realizada pelo instituto Datafolha apontava uma diminuição da vantagem de Dilma para as eleições deste domingo. A candidata governista teria 46% dos votos válidos; Serra teria 28% e Marina, 14%.