Europa

Salão do Carro de Paris traz 90 lançamentos

Galeria de fotos: Carros-conceito no salão de paris

  • Divulgação
    O Salão do Automóvel de Paris, aberto no sábado, apresentará cerca de 90 lançamentos, uma retomada do setor após a crise global. Acima, o carro-conceito KIA POP da montadora sul-coreana é elétrico e, com três metros de comprimento, acomoda três pessoas, já que o espaço atrás do motorista é destinado ao porta-malas. Foto: Divulgação
  • Divulgação
    Além dos veículos pequenos e compactos destinados aos grandes centros urbanos europeus, os carros esportivos de luxo também estão presentes no Salão do Automóvel de Paris. O Porsche 911 Speedster, uma referência ao modelo 911 lançado nos anos 60, terá apenas 365 exemplares no mundo. Ele começará a ser vendido em 2011 e custará cerca de 203 mil euros. Foto: Divulgação
  • Divulgação
    Carro-conceito da montadora francesa Peugeot, o HR1 permite, em razão do sistema de abertura de suas portas, um acesso mais fácil para entrar no veículo. Ele pode se transformar em um carro com dois lugares e um porta-malas grandes ou em um carro com quatro lugares. Foto: Divulgação
  • Divulgação
    O carro-conceito da Citroën desenvolvido em parceria com a grife de moda Lacoste possui teto inflável e calotas que lembram bolas de golfe. O para-brisa pode ser totalmente abaixado até desaparecer, se integrando às linhas do capô. Foto: Divulgação
  • Divulgação
    O carro-conceito de luxo da Renault, com ares de Ferrari, é elétrico. A montadora apresentará no Salão do Automóvel de Paris quatro modelos de carros elétricos, que serão lançados em 2011 e 2012. O presidente da empresa, o brasileiro Carlos Ghosn, afirma “ter certeza de que o carro elétrico será um sucesso”. Foto: Divulgação
  • Divulgação
    A Opel, subsidiária europeia da General Motors, apresenta o Opel Astra GTC na versão coupê, que ainda é um carro conceito, mas já com um design bem próximo do resultado final, na avaliação da imprensa francesa. Foto: Divulgação

O Salão do Automóvel de Paris, que será aberto ao público no sábado, vai apresentar cerca de 90 lançamentos, o que está sendo interpretado como uma recuperação do setor após a grave crise no último ano.

Em 2010, a produção mundial de carros deve crescer 19,6%, com 69 milhões de unidades vendidas contra 57 milhões no ano passado, segundo a consultoria PricewaterhouseCoopers.

Em 2009, as vendas mundiais de automóveis haviam caído 13%. As previsões neste ano indicam que o setor poderá registrar o mesmo volume recorde de 2007, de 69 milhões de carros.

Mas especialistas afirmam que apesar do volume de vendas retornar aos níveis anteriores à crise, houve uma distribuição geográfica nas vendas.

A nova dinâmica do mercado é devida sobretudo aos países emergentes. A China, que se tornou o primeiro mercado automotivo mundial, deve totalizar 24% das vendas em 2010, quase o dobro do registrado em 2007.

No mesmo período, a participação da Europa no mercado mundial caiu de 32% a 25%.

A partir de 2012, os países emergentes já representarão metade da produção mundial de veículos, segundo a consultoria.

Novidades

Além dos inúmeros lançamentos, outro forte destaque no Salão do Automóvel de Paris é o número de carros elétricos que, pela primeira vez em um evento internacional deste tipo, poderão ser encomendados.

O grupo francês PSA Peugeot Citroën prometeu que as primeiras entregas da Peugeot iOn e da Citroën C-Zero serão feitas até o final do ano.

A francesa Renault apresentará quatro modelos de carros elétricos no Salão do Automóvel de Paris.

Em uma entrevista ao jornal Le Monde, o presidente da Renault, o franco-brasileiro Carlos Ghosn, diz ter “certeza de que o carro elétrico será um sucesso”.

Ghosn afirmou que os carros elétricos deverão representar 10% do mercado mundial em 2020.

Muitas montadoras também apresentam no salão parisiense protótipos de carros-conceito, com formas futuristas, que são a grande vitrine da indústria automobilística.

Um deles é o carro desenvolvido pela Citroën em parceria com a grife de moda Lacoste. O modelo, com teto inflável e calotas que lembram bolas de golfe, permite também abaixar totalmente o para-brisa até que ele desapareça, se integrando às linhas do capô.

O Salão do Automóvel de Paris ficará aberto até o dia 17 de outubro.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.