Britânicos se mobilizam por ex-caloura de programa de TV que pode ser deportada

Gamu Nhengu durante o programa X Factor
Image caption Gamu Nhengu não ficou entre os 12 finalistas do programa

Uma concorrente de um programa de calouros da Grã-Bretanha considerada favorita e que foi eliminada do programa agora corre o risco de ser deportada de volta para seu país de origem, o Zimbábue.

O caso de Gamu Nhengu, que participava do concurso de cantores X Factor e sofreu uma eliminação polêmica no domingo, causou a revolta de muitos britânicos, estão se mobilizando para que ela possa voltar ao programa e permanecer no país.

Desde a eliminação da caloura, mais de 200 mil pessoas já se juntaram a uma campanha no site de relacionamentos Facebook pedindo seu retorno ao programa.

Além disso, um grupo de mais de cem pessoas se reuniu do lado de fora da casa da cantora na Escócia nesta quarta-feira para mostrar apoio a ela.

Visto

A cantora, de 18 anos, recebeu autorização para ficar no país como dependente de sua mãe, Nokuthula Ngazana, que tinha um visto que espirou em agosto.

A família, que vive na região central da Escócia há oito anos, pediu às autoridades que emitissem novos vistos, mas a solicitação foi recusada.

Segundo a agência de controle de imigração britânica, a decisão foi tomada porque a solicitação de visto “não atendeu a todas as condições para a aprovação”.

As autoridades afirmaram que, a partir de agora, a família precisa deixar a Grã-Bretanha voluntariamente ou será expulsa.

Polêmica

O Ministério afirmou que Ngazana não tem direito a entrar com um recurso e tentar novamente um outro visto. Nhengu também não poderia pedir um visto separado para permanecer na Grã-Bretanha.

A mãe da aspirante a cantora disse à BBC que não sabia da decisão da agência de imigração e também não comentou a eliminação de Gamu Nhengu do programa.

Nhengu foi eliminada no domingo depois que uma das juradas, Cheryl Cole, se absteve de votar no programa exibido pelo canal de televisão britânico ITV.

"O visto de Gamu não foi a razão de ela não ter ficado entre os 12 concorrentes finais (do programa)", afirmou uma porta-voz do X Factor.

Um porta-voz do Ministério do Interior britânico afirmou que a decisão de eliminar Gamu Nhengu foi tomada pelo programa e não soube informar se a omissão da jurada foi decidida depois de conversas entre autoridades do setor de imigração e os diretores do programa.

Notícias relacionadas