Dirigente indica pela 1º vez que filho de Kim Jong-il deve suceder líder

Kim Jong-un
Image caption Kim Jong-un foi nomeado general no mês passado

Um alto funcionário do governo da Coreia do Norte indicou publicamente pela primeira vez que o líder do país, Kim Jong-il, pode ser substituído por seu filho, Kim Jong-un.

As declarações de Yang Hyong Sop, um dirigente do Partido Comunista norte-coreano, foram feitas à agências de notícias Associated Press em Pyongyang.

Kim Jong-un, filho mais novo do líder norte-coreano, foi nomeado para cargos de liderança durante a primeira convenção em 30 anos do Partido Comunista do país, ocorrida no mês passado.

"Nosso povo se orgulha de ser abençoado com grandes líderes, geração após geração", disse Yang.

"Nosso povo está honrado de ter sido guiado pelo grande presidente Kim Il-sung e pelo grande general Kim Jong-il. Agora temos a honra de ser guiados pelo general Kim Jong-un", completou.

Família

Kim Jong-il, que acredita-se que esteja passando por problemas de saúde, chegou ao poder em 1994, após a morte de seu pai, Kim Il-sung.

Kim Il-sung fundou a nação da Coreia do Norte em 1948 com uma política de isolamento e construiu um culto a personalidade ao redor de si mesmo e de seu filho.

Se sabe pouco sobre Jong-un além de que ele teria por volta de 27 anos de idade e que foi educado na Suíça.

A Coreia do Norte realiza até o domingo três dias de festa para celebrar os 65 anos da fundação do Partido Comunista.

Notícias relacionadas