Fifa convida mineiro resgatado para fazer palestras pelo mundo

Franklin Lobos domina a bola recebida de presente logo depois de sair da mina em San José (foto: Reuters)
Image caption Franklin Lobos recebeu uma bola de presente ao sair da mina

Um dos 33 mineiros resgatados na quarta-feira da mina San José, no norte do Chile, foi convidado pela Fifa para realizar palestras em nome da entidade em várias partes do mundo.

O convidado foi Franklin Lobos, de 53 anos, ex-jogador de futebol da seleção chilena e conhecido como "Morteiro Mágico".

O presidente da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP) do Chile, Harold Mayne-Nicholls, ligou para Franklin nesta quinta-feira no hospital de Copiapó para dar a notícia, confirmou nesta sexta-feira à BBC Brasil a assessoria de imprensa da ANFP, em Santiago.

"A FIFA teve esta ideia e agora faltam ser definidos os detalhes. Primeiro, se Franklin vai aceitar a proposta e, depois, a partir de quando ele começará a fazer as palestras pelo mundo", informou a assessoria de imprensa da ANFP.

A própria ANFP também pretende contratar o ex-jogador.

"Nós achamos que ele pode ajudar muito a outros jogadores, depois de tudo o que viveu. Ainda estamos nos perguntando como pode ser que um jogador que encantou o Chile chegou a ser caminhoneiro e a trabalhar numa mina", informou a associação.

‘Símbolo’

De acordo com a assessoria de imprensa da organização que representa o futebol chileno, Franklin não deverá retornar à mina.

"Ele já era um símbolo no nosso esporte e agora passou a ser muito mais do que isso."

Lobos foi o 27º mineiro a ser içado pela cápsula Fênix 2, após 69 dias de confinamento na mina San José, no deserto do Atacama, norte do Chile.

Assim que saiu do túnel de quase 700 metros de profundidade, o mineiro ganhou uma bola de futebol de presente e até arriscou algumas embaixadas.

"Só vivendo para poder contar", disse e ex-jogador mais tarde à emissoras de rádio do Chile.

Seu colega nos gramados na década de 80 Ivan Zamorano disse que ele e vários jogadores acompanharam o drama de Lobos nos dias de confinamento.

"Ele é meu amigo pessoal e estava angustiado para que fosse libertado", disse à emissora chilena de televisão TVN.

Os dois jogaram num time local quando Franklin Lobos já era chamado de "Morteiro Mágico", por suas cobranças de falta nos campos.

Na mina, o ex-jogador era o responsável por liderar os exercícios físicos dos 33 mineiros durante os dias de confinamento.

Notícias relacionadas