Britânica é condenada a pagar multa por jogar gata em lata de lixo

Uma britânica que foi filmada jogando uma gata no lixo foi condenada por um tribunal britânico a pagar 250 libras (mais de RS$ 660) de multa. Mary Bale admitiu ter cometido crime de crueldade contra animais.

Bale foi acusada pela Sociedade Real de Prevenção à Crueldade contra Animais (RSCPA, na sigla em inglês), depois de ter sido flagrada por câmeras de vigilância, em agosto, jogando dentro de uma lata de lixo uma gata que passeava por um muro à sua frente.

Durante o julgamento, Bale, de 45 anos, admitiu ser culpada por causar sofrimento desnecessário a um gato.

O caso ficou famoso depois que imagens mostrando Bale jogando a gata Lola dentro de uma lata de lixo foram divulgadas pela internet.

As imagens mostravam Bale, uma ex-funcionária de banco, acariciando a gata e jogando-a no lixo em seguida.

A juíza responsável pela sentença, Caroline Goulborn, afirmou que levou em conta a indignação do público gerada pela divulgação das imagens.

O incidente ocorreu em agosto na cidade de Coventry, centro da Inglaterra.

Darryl Mann, dono da gata, só conseguiu encontrar o animal de estimação 15 horas depois do desaparecimento, ao analisar as imagens das câmeras de segurança localizada em frente de sua casa.

Mann então divulgou as imagens na internet e, depois de algumas horas, muitas mensagens de indignação - algumas até pediam a morte de Mary Bale - foram colocadas em uma página do Facebook, que foi retirada depois.

Mann e sua mulher, Stephanie, afirmaram que ficaram "surpresos" com a reação do público às imagens e pediram que as pessoas não fizessem justiça com as próprias mãos.

Notícias relacionadas