Pacotes continham explosivos e eram endereçados a sinagogas, diz Obama

Barack Obama
Image caption Obama disse que Al-Qaeda no Iêmen planeja ataques contra os EUA

Dois pacotes suspeitos encontrados em aviões que partiram do Iêmen com destino aos Estados Unidos aparentemente continham explosivos e eram endereçados a sinagogas em Chicago, disse nesta sexta-feira o presidente americano, Barack Obama.

“Na noite passada e hoje cedo nossos serviços de inteligência e agentes da lei, em conjunto com nossos parceiros e aliados, identificaram dois pacotes suspeitos destinados aos Estados Unidos. Especificamente, a dois templos religiosos judaicos em Chicago”, disse Obama, em um breve pronunciamento na Casa Branca.

“Esses pacotes foram localizados em Dubai e no aeroporto de East Midlands, na Grã-Bretanha (países onde os voos faziam escala). Análises iniciais desses pacotes determinaram que eles aparentemente continham material explosivo”, afirmou o presidente.

Segundo Obama, as investigações sobre o que ele denominou “uma ameaça terrorista” ainda estão em curso, mas já se sabe que a carga era originária do Iêmen.

“Também sabemos que a Al-Qaeda na Península Arábica, um grupo terrotista baseado no Iêmen, continua a planejar ataques contra nosso país, nossos cidadãos e nossos amigos e aliados”, afirmou.

Obama disse que o presidente do Iêmen, Ali Abdallah Saleh, prometeu total apoio de seu país às investigações.

Alerta

A descoberta dos pacotes suspeitos em aviões de carga colocaram os Estados Unidos, a Grã-Bretanha e o Oriente Médio em alerta.

No voo com escala na Grã-Bretanha, foi encontrado um cartucho de impressora adulterado.

Outros aviões de carga que chegaram aos Estados Unidos foram submetidos a inspeções adicionais nos aeroportos de Newark e de Filadélfia.

Um avião de passageiros da companhia aérea Emirates com destino a Nova York foi escoltado a partir da fronteira canadense por dois caças militares americanos “por medida de precaução”, já que havia carga do Iêmen a bordo.

Um caminhão da empresa de transporte de cargas UPS com carga proveniente do Iêmen também foi inspecionado no bairro do Brooklin, em Nova York, e depois liberado.

Medidas adicionais

“Os eventos das últimas 24 horas são uma lembrança de que precisamos permanecer vigilantes”, disse Obama.

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos disse que, “por precaução”, tomou diversas medidas adicionais para aumentar a segurança.

“Algumas serão mais visíveis que outras”, diz uma nota do departamento.

Duas das cidades envolvidas nos episódios desta sexta-feira, Chicago e Filadélfia, estão no roteiro de Obama para este fim de semana, como parte dos esforços finais de campanha para as eleições legislativas, que serão realizadas na próxima terça-feira.

Segundo o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, o roteiro do presidente não será alterado.

Os alertas desta sexta-feira ocorrem poucos meses após a descoberta de uma tentativa frustrada de explodir um carro-bomba na região de Times Square, em Nova York, em maio.

No Natal do ano passado, um homem foi preso por tentar detonar uma bomba em um avião de voava de Amsterdã para Detroit.

Notícias relacionadas