Ásia

Nova erupção do Monte Merapi mata mais de 60 e fere centenas

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Mais de 60 pessoas foram mortas na última erupção do vulcão Merapi, na Indonésia, na noite da última quinta-feira. Os moradores de vilas próximas à cratera fugiram da nuvem de cinzas, que chegou a se estender por 13 km.

Dúzias de pessoas estão recebendo tratamento para queimaduras e problemas respiratórios causados pela nuvem, que atingiu vilas com mais força do que nas erupções anteriores.

Oficiais de equipes de resgate disseram que alguns moradores foram encontrados em chamas.

O Monte Merapi, um dos vulcões mais ativos do mundo, está localizado em uma área densamente povoada no centro da ilha de Java.

Estima-se que mais de 70 mil pessoas tenham sido alojadas em abrigos de emergência desde que o vulcão voltou à atividade, na semana passada.

O presidente da Indonésia Susilo Bambang Yudhoyono anunciou que o governo vai comprar todo o gado dos fazendeiros das vilas afetadas para evitar que as pessoas voltem para suas casas durante a crise.

Vulcão deixou centenas de moradores desabrigados

Zona de perigo

A erupção desta quinta-feira foi a maior desde que o vulcão retornou à atividade.

Autoridades locais decidiram aumentar a “zona de perigo” em volta da cratera de 15 para 20 km.

Um socorrista disse à BBC que a mudança aconteceu depois da constatação de que algumas das mortes poderiam ter sido evitadas se os moradores tivessem ficado fora da zona de perigo.

Cientistas alertam para novas erupções nas próximas semanas.

A Indonésia já se recupera de outro desastre natural. Na última semana, um tsunami atingiu as ilhas Mentawai matando mais de 400 pessoas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.