Empresa aérea Qantas registra 2º falha em avião em dois dias

Boeing da Qantas (Foto: AFP)
Image caption Problema em turbina forçou pouso de um Boeing da Qantas

A companhia aérea australiana Qantas confirmou nesta sexta-feira que mais um avião da empresa, o segundo em dois dias consecutivos, apresentou falhas que o forçaram a pousar.

Um Boeing 747-400 da companhia, que ia de Cingapura a Sydney (Austrália) com mais de 400 passageiros teve que voltar ao aeroporto de origem pouco depois da decolagem.

“Após a decolagem, o piloto enfrentou problemas em uma das turbinas”, disse um porta-voz da Qantas, sem fornecer mais detalhes. O avião pousou com segurança em Cingapura.

Na quinta-feira, um Airbus A380 fez um pouso forçado também em Cingapura porque uma de suas turbinas explodiu. Foi o mais grave incidente envolvendo o A380, o maior avião para passageiros do mundo, em seus três anos de operação.

O voo levava 430 passageiros e 26 tripulantes a bordo, e todos saíram ilesos.

O episódio levou a companhia a tirar de circulação os seis aviões A380 de sua frota, e uma investigação do caso está em curso.

‘Falha de design’

O pouso emergencial de quinta-feira pode ter sido causado por uma falha de projeto no A380, informou a Qantas nesta sexta.

“Acreditamos que o mais provável é que (tenha ocorrido) um problema de material ou de design”, disse o presidente da Qantas, Alan Joyce.

Ele agregou que é cedo ainda para se ter certeza sobre o que causou a explosão na turbina, mas descartou a possibilidade de falhas de manutenção na aeronave, que tem dois anos.

A fabricante das turbinas, a britânica Rolls-Royce, disse que está averiguando todos os A380 em serviço atualmente que usam a mesma turbina do avião da Qantas.

Notícias relacionadas