América Latina

Cólera atinge capital do Haiti, diz governo

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

O surto de cólera no Haiti, que começou no norte do país, já atingiu a capital, Porto Príncipe, disse nesta terça-feira um porta-voz do Ministério da Saúde.

"Nos preocupamos com a Cité Soleil (maior favela de Porto Príncipe), onde uma morte foi registrada", disse Gabriel Timothee, diretor do Ministério da Saúde.

"Há também um aumento no número de casos em outras partes do país", disse, afirmando ainda que controlar o surto seria um caso de "segurança nacional".

Este foi o primeiro caso de morte em Porto Príncipe desde outubro que teve como causa oficial a doença.

Outros cem casos estão sendo investigados em Porto Príncipe.

Furacão

O Ministério da Saúde do Haiti diz que 544 pessoas já morreram no país desde o início do surto, em outubro, e 8 mil estão hospitalizadas.

Todos os casos que já haviam sido registrados em Porto Príncipe eram de pessoas que haviam estado em Artibone, região onde surgiu o surto.

Oficialmente o coléra já foi registrado em metade das 10 regiões do Haiti.

O governo diz que a passagem do furacão Tomas na semana passada piorou a situação ao trazer fortes chuvas que geraram enchentes.

O surto pode ameaçar entre 2,5 milhões e 3 milhões de pessoas na capital.

O cólera causa diarréia e vômito, levando a forte desidratação. A doença pode ser tratada rapidamente com antibióticos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.