Dilma chora e fala em 'clima de compreensão' durante evento do PT

A presidente eleita, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira, em Brasília, que espera criar um clima político "de união e compreensão" no país depois da disputa eleitoral.

Participando de um evento no diretório nacional do PT, em Brasília, a petista chorou ao lembrar dos encontros que teve com a militância do partido durante a campanha presidencial.

“É para esse partido que eu apresento aqui minha gratidão. Dependo da compreensão de vocês, do esforço e da solidariedade de vocês. Esse partido construiu maturidade política de compreender os complexos desafios do poder.”

“Conseguimos construir nossa capacidade de conviver com a diferença", disse Dilma. "Quero aqui enfatizar a maturidade do PT na sua relação com os demais partidos que integram a coligação que vai governar o país a partir do dia primeiro de janeiro.”

Dilma também criticou o que definiu como "preconceito" e "intolerância" por parte da oposição durante a disputa. “Foi uma campanha pesada, de confronto, mas confronto não nas questões que nós achávamos que cabia confrontar”, afirmou.

A futura presidente brincou com os principais nomes petistas na transição, chamando-os de "três porquinhos": o deputado federal e ex-ministro Antonio Palocci, o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, e o deputado federal José Eduardo Cardozo.