Natureza

Zoólogos fazem lista com 100 mamíferos ameaçados mais estranhos

Galeria de Fotos: Mamíferos estranhos e ameaçados

  • Foto: Tomalin/wildviews
    A Sociedade de Zoologia de Londres (ZLS) fez uma lista com os 100 mamíferos ameaçados de extinção mais peculiares do mundo. Acima, o lêmur preto e branco de colar. Foto: Tomalin/Wildviews
  • Foto: Kadoorie Farm e Botanic Garden
    A sociedade criou o programa EDGE para tentar proteger as espécies ameaçadas mais distintas em termos de evolução, como o pangolim chinês. Foto: Kadoorie Farm/Botanic Garden
  • Foto: Johan Karlsson
    Segundo os especialistas, animais estranhos como o gálago anão de rondo são 'patinhos feios' da natureza e acabam não recebendo tantas doações quanto bichos mais bonitos. Foto: Johan Karlsson
  • Foto: ZSL
    O EDGE vai contratar uma equipe de conservacionistas para lutar exclusivamente pela preservação dos mamíferos desta lista, entre eles a anta malaia. Foto: ZSL
  • Foto: Bryson Voirin
    Esta preguiça-anã (Bradypus pygmaeus), descoberta em 2001 no Panamá, é a menor e mais ameaçada de todas as espécies de bicho-preguiça. Foto: Bryson Voirin
  • Foto: Ban Vangaban village/WCS
    O saola, também conhecido como o unicórnio asiático, era desconhecido da ciência ocidental até 1992. Apenas poucas dezenas de espécimes sobrevivem nas florestas entre o Laos e o Vietnã. Foto: Ban Vangaban village/WCS

A Sociedade de Zoologia de Londres (ZLS) fez uma lista com os 100 mamíferos ameaçados de extinção mais peculiares do mundo.

A sociedade criou o programa EDGE para tentar proteger as espécies ameaçadas mais distintas em termos de evolução, como o pangolim chinês, o gálago anão de rondo ou a anta malaia.

Segundo os especialistas, como são 'patinhos feios' da natureza, animais estranhos acabam não recebendo tantas doações quanto bichos mais bonitos.

O EDGE vai contratar uma equipe de conservacionistas para lutar exclusivamente pela preservação dos mamíferos da lista.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.