Cultura

Exposição de fotos em NY mostra ambiguidades de São Paulo

GALERIA DE FOTOS: AMBIGUIDADES DE SÃO PAULO

  • As contradições da maior cidade do Brasil são o tema da exposição que o fotógrafo Claudio Edinger inaugura em Nova York no início de dezembro. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • Edinger diz que o ensaio nasceu em 2004, quando ele observava uma réplica dos afrescos da Capela Sistina na igreja Nossa Senhora do Brasil, em São Paulo. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • Durante quatro anos, o fotógrafo fez imagens de diferentes paisagens da cidade que, segundo ele, serve como metáfora para todas as cidades grandes. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • Edinger explica que optou pelo foco seletivo nas fotos, para aproximá-las do modo como enxergamos. O efeito é criado pela câmera Sinar 4x5. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • O fotógrafo, que nasceu no Rio de Janeiro, diz que as contradições de São Paulo fazem dela “um lugar extraordinário para morar”. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • Ele diz que a imagem do sofá debaixo do minhocão mostra o viaduto como uma casa e é um exemplo das ambiguidades da metrópole. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • As fotos, feitas com foco seletivo, são, para Edinger, uma maneira de desconstruir a realidade e criar imagens do seu próprio subconsciente. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • A maior preocupação de Edinger ao fazer as fotos foi mostrar o reflexo que as imagens da cidade tinham dentro dele. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • As imagens refletem duas das principais inspirações do fotógrafo: a literatura e o estudo do ser humano. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • Fotografias das ruas, prédios e avenidas mais movimentadas da cidade foram escolhidas para a exposição nos Estados Unidos. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • Segundo o fotógrafo, o efeito "miniatura" que a câmera cria nas pessoas fotografadas nas ruas de São Paulo coloca as coisas em sua devida perspectiva. Foto: Claudio Edinger/Divulgação
  • A exposição terá 12 imagens, mas a série de 30 está no livro São Paulo: Minha Estranha Cidade Linda, publicado em 2009. Foto: Claudio Edinger/Divulgação

A cidade de São Paulo é o tema de uma mostra que o fotógrafo brasileiro Cláudio Edinger inaugura no próximo dia 1º de dezembro, em Nova York. A exposição terá 12 trabalhos que mostram as ambiguidades e contradições da metrópole.

As fotos mostram prédios, avenidas e largos famosos da cidade em cenas do cotidiano, com intenso trânsito de pessoas e veículos.

Para as fotos, Edinger usou uma câmera especial Sinar, que permite acertar o foco apenas em determinadas áreas da imagem capturada. O resultado dá um ar de "miniatura" para os locais fotografados.

Segundo o fotógrafo, o efeito aproxima a fotografia da maneira como o olho humano enxerga, prendendo-se a um objeto de cada vez.

A série de 30 imagens, 12 das quais foram selecionadas para a exposição, estão no livro São Paulo: Minha Estranha Cidade Linda, publicado em 2009.

Paradoxos

Edinger conta que o ensaio nasceu de uma missa de sétimo dia na igreja Nossa Senhora do Brasil, em São Paulo, em 2004.

Ao observar os afrescos do teto da igreja, ele percebeu que havia uma réplica da Capela Sistina, de Michelangelo, e diz ter achado "extraordinária" a "capacidade dos brasileiros de absorver a arte do mundo todo e inseri-la em contextos diferentes criando uma terceira imagem".

Ainda na igreja, o fotógrafo fez imagens do teto com um iPhone. Depois de conversar com o padre, Edinger voltou para fotografar com a sua Sinar e o resultado se tornou a primeira imagem do ensaio sobre São Paulo – um projeto que levou quatro anos para ser concluído.

A exposição ficará em cartaz na galeria 1500 em Nova York até 26 de março.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.