Copom mantém taxa de juros em 10,75%

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira a manutenção da taxa básica de juros (Selic) em 10,75% ao ano.

A decisão, unânime, foi tomada na última reunião do comitê comandada pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que será substituído por Alexandre Tombini.

Também foi a última reunião ocorrida no governo Lula, já que a próxima só ocorre em janeiro.

Em comunicado ao fim do encontro, o Copom disse que a decisão levava em conta “um cenário prospectivo menos favorável do que o observado na última reunião (em 20 de outubro)” e medidas recentes adotadas pelo Banco Central.

Na semana passada, o banco anunciou a retirada de R$ 61 bilhões da economia, medida que pressionou para cima os juros bancários.

“Nesse sentido, o Comitê entendeu não ser oportuno reavaliar a estratégia de política monetária nesta reunião e irá acompanhar atentamente a evolução do cenário macroeconômico até sua próxima reunião, para então definir os próximos passos na sua estratégia de política monetária", diz o informe do Copom.

Com a manutenção, já esperada pelo mercado, a Selic permanece no mesmo patamar desde julho. A taxa é usada como base para os juros cobrados por bancos em empréstimos.