IBGE revisa para baixo PIB de 2009

O desempenho da economia brasileira no ano passado foi um pouco pior do que o inicialmente divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a revisão anunciada nesta quinta-feira, o Produto Interno Bruto (PIB) do país encolheu 0,6% em 2009 – e não 0,2% como anunciado no início do ano.

Consequência da crise financeira internacional, a retração de 2009 foi a primeira dos últimos 17 anos.

Dentre os setores, a indústria sofreu a maior alteração. O recuo da atividade foi de 6,4% na comparação com 2008. Antes da revisão, o número estava negativo em 5,5%.

As revisões mais abrangentes das contas nacionais são consideradas normais e costumam ser divulgadas junto com o PIB do 3º trimestre.

Os resultados do 1º e 2º trimestres deste ano também foram recalculados. Segundo o IBGE, o Brasil cresceu 9,3% de janeiro a março deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, e não 9,0%.

O PIB do 2º trimestre também ficou ligeiramente maior. Com a revisão, passou de 8,8% para 9,2%.