Babá é indiciada por tentar envenenar milionária do setor de lingeries

Image caption A milionária Jacqueline Gold foi envenenada pela babá da filha

Uma babá britânica foi indiciada sob a acusação de tentar envenenar a empresária milionária Jacqueline Gold, presidente da Ann Summers, uma rede de lojas de lingeries e brinquedos sexuais.

Alison Cox, de 33 anos, teria colocado um líquido venenoso usado para limpar para-brisas na comida de Gold, cuja fortuna é estimada em 180 milhões de libras (cerca de R$ 470 milhões).

A milionária de 50 anos, considerada a 16ª mulher mais rica da Grã-Bretanha, havia contratado Cox para tomar conta de seus filhos na mansão onde vive, no condado de Surrey, no sul da Inglaterra.

Segundo o jornal britânico LondonEvening Standard, Gold começou a suspeitar de que algo estava errado quando percebeu que refeições preparadas por seu chef pessoal estavam com gosto estranho.

A polícia informou que a babá foi acusada no dia 17 de dezembro por três tentativas de envenenamento e deve comparecer ao tribunal em 5 de janeiro de 2011.

Um amigo da empresária citado pelo Evening Standard disse que Gold “ainda está em estado de choque porque tinha uma excelente relação com a babá”.

A Ann Summers, com sede no Reino Unido, atua principalmente nas Ilhas Britânicas.