Cabral pede ajuda da Marinha para lidar com efeitos da chuva no RJ

Sergio Cabral (Foto: Agência Brasil)
Image caption Cabral pediu que Marinha leve bombeiros a zonas atingidas

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, pediu nesta quarta-feira ajuda à Marinha para combater os efeitos das chuvas que vêm atingindo o Estado desde terça-feira.

Segundo o governo fluminense, Cabral solicitou ao comandante da Marinha, almirante Júlio Moura, aeronaves para levar mais tropas e equipamentos do Corpo de Bombeiros às regiões com enchentes e deslizamentos de terra.

Os municípios mais atingidos estão na região serrana do Estado. Segundo balanço parcial da Defesa Civil divulgado às 13h (hora de Brasília), há pelo menos 24 mortos em decorrência das enchentes.

Em Teresópolis, dados oficiais da Defesa Civil estadual citam 11 vítimas fatais, mas há relatos não-oficiais de que esse número pode estar perto de 50.

Em Petrópolis, seis pessoas morreram.

Em Nova Friburgo, a prefeitura decretou estado de calamidade pública. Entre os sete mortos pela tragédia estão três bombeiros, e há um bombeiro soterrado que, até o momento, não foi localizado.

Outros três militares que ficaram soterrados em Nova Friburgo foram socorridos, dois em estado grave e um com escoriações, segundo a Defesa Civil do Estado.

São Paulo

Em São Paulo, as inundações e os deslizamentos haviam deixado pelo menos 13 mortos nos últimos dois dias.

Os óbitos ocorreram na capital, em Mauá, em Embu e em São José dos Campos.

Municípios paulistas como Guarulhos, Guararema, Franco da Rocha e Osasco também sofreram alagamentos, mas os balanços mais recentes da Defesa Civil estadual dizem que não houve até o momento vítimas fatais.

Notícias relacionadas