Alemão envia centenas de tarântulas vivas aos EUA pelo correio

Image caption O alemão admitiu ter enviado centenas de animais vivos pelo correio

Um alemão admitiu ter enviado ilegamente para os Estados Unidos centenas de aranhas tarântulas vivas.

A promotoria em Los Angeles disse que Sven Koppler, de 37 anos, foi detido após enviar pelo correio os animais da Alemanha para policiais que se passaram por compradores.

Ele teria recebido até US$ 300 mil contrabandeando os animais para diversos países.

A investigação começou em março após funcionários da alfândega descobrirem um pacote com cerca de 300 tarântulas vivas.

Um segundo pacote, com outros 250 animais, foi interceptado logo depois.

Sentença

Koppler foi preso em dezembro após nove meses de investigação, enquanto visitava os Estados Unidos.

Ele enviou 22 tarântulas de pernas vermelhas - aranhas protegidas por acordos internacionais - aos policiais envolvidos no caso, apelidado de Operação Homem-Aranha.

O alemão, que se declarou culpado, pode ser condenado a até 20 anos de prisão. Sua sentença deve ser conhecida em abril.

Notícias relacionadas