Polícia britânica prende suspeito de assassinar arquiteta

Foto de Jo Yeates fornecida pela polícia de Avon e Somerset (Getty)
Image caption Yeates foi encontrada morta no dia 25 de dezembro

A polícia britânica deteve nesta quinta-feira um homem de 32 anos sob suspeita de envolvimento com o assassinato da arquiteta Joanna Yeates, um caso que ganhou destaque na Grã-Bretanha por causa das circunstâncias incomuns do crime.

A polícia local informou sobre a prisão mas não deu mais detalhes, dizendo que estaria impedida legalmente de fornecer mais informações sobre o detido.

Os investigadores acreditam que ela foi estrangulada. Embora não haja indícios de violência sexual, a polícia não descartou um motivo sexual para o crime.

O corpo de Yates foi encontrado coberto de neve no dia 25 de dezembro em Longwood Lane, uma área perto de Bristol, sudoeste do país, oito dias após desaparecer de casa.

O seu desaparecimento tinha sido comunicado à polícia pelo namorado de Yeates, Greg Reardon - que vivia com ela, mas estava fora da cidade visitando a família -, quando este voltou ao apartamento do casal em Bristol.

Seu casaco, carteira, chaves e telefone celular estavam no apartamento e não havia sinal de arrombamento ou luta na propriedade.

O proprietário do apartamento onde a jovem vivia, Chris Jefferies, de 65 anos, que mora no apartamento em cima do dela, chegou a ser preso, suspeito de ser o assassino da arquiteta, mas foi liberado sob fiança.

Notícias relacionadas