Deputada baleada no Arizona deixa hospital

Image caption A deputada já teria se levantado com a ajuda de enfermeiros

A deputada americana Gabrielle Giffords, ferida com um tiro na cabeça em um atentado há duas semanas, deixou nesta sexta-feira o hospital em que estava internada, na cidade de Tucson, no Arizona.

Giffords, de 40 anos, está sendo transferida para um centro de reabilitação Memorial Hermann, em Houston, no Texas.

Ela foi transportada em uma ambulância, sob escolta policial e de veteranos militares, do Centro Médico Universitário de Tucson até a base da Força Aérea Davis Monthan, de onde embarcou para Houston.

Em uma mensagem no site Twitter, o marido da deputada, o astronauta Mark Kelly, disse que ela inicia nesta sexta-feira uma segunda etapa em sua recuperação e agradeceu aos médicos e enfermeiras do centro médico no Arizona.

Ataque

O ataque contra a deputada democrata, no último dia 8, deixou seis mortos e 13 feridos, entre eles um juiz federal e uma menina de nove anos.

Todos os feridos já deixaram o hospital.

O atirador, Jared Loughner, de 22 anos, abriu fogo no momento em que Giffords participava de um evento público com eleitores do lado de fora de um supermercado em Tucson.

Loughner está preso sob diversas acusações de assassinato e tentativa de homicídio e aguarda julgamento.

Recuperação

Os médicos que cuidaram da deputada afirmam que seu estado de saúde se estabilizou e que ela pode passar agora para a fase de reabilitação.

No entanto, os médicos alertam que ela ainda pode precisar de vários meses de tratamento e que é muito cedo para saber que tipo de sequelas de longo prazo ela pode sofrer.

Na quinta-feira, funcionários do Centro Médico de Tucson levaram Giffords para uma varanda para que sentisse o sol e o ar fresco.

A deputada também já teria se levantado, com auxílio de enfermeiros. De acordo com um porta-voz do hospital, Giffords já moveu os lábios e mexeu em seu iPad.

Ainda não está claro, porém, se ela consegue enxergar bem.

Seu marido disse acreditar que ela reconhece as pessoas ao seu redor e que está tentando falar. Kelly disse ainda esperar que Giffords se recupere completamente.

Notícias relacionadas