Parlamento russo aprova tratado nuclear com os EUA

Image caption Tratado reduzirá mais o número de ogivas nucleares dos dois países

O Parlamento da Rússia ratificou nesta quarta-feira o Tratado Estratégico de Redução de Armas (Start, na sigla em inglês) com os Estados Unidos.

O acordo, que prevê a redução dos arsenais nucleares da Rússia e dos Estados Unidos, recebeu apoio unânime dos membros do Conselho Federativo da Rússia, como é conhecida a câmara alta do parlamento, após ter sido ratificado pela Duma, a câmara baixa, na terça-feira.

A aprovação no Conselho Federativo foi a fase final da passagem do acordo pelo legislativo russo.

O Start, que agora deve entrar em vigor nas próximas semanas, já havia sido assinado pelo presidente americano Barack Obama e pelo presidente russo Dmitry Medvedev em abril de 2010.

Reduções

Pelo tratado, o número de ogivas nucleares posicionadas permitido a cada país será reduzido para 1.550. O novo Start substituirá o anterior, que foi assinado em 1991 e expirou no fim de 2009.

O número de ogivas foi reduzido 30% em relação ao acordo anterior. Também será permitido que cada um dos países inspecione visualmente a capacidade nuclear do outro.

As ogivas que podem ser posicionadas em terra, submarinos e aviões ao mesmo tempo também será limitada.

O Senado americano aprovou o novo tratado por 71 votos contra 26 em dezembro passado, após meses de debates.

O estabelecimento do acordo é considerado uma vitória para a política externa do governo de Barack Obama.

Notícias relacionadas