Brasil

Vendas do varejo têm maior crescimento anual desde 2001, diz IBGE

As vendas no varejo fecharam 2010 com crescimento de 10,9%, o maior valor acumulado desde 2001, segundo informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com levantamento do IBGE, o volume de vendas em dezembro do ano passado não teve variação em relação ao mês anterior, mas teve alta de 10,1% na comparação com dezembro de 2009.

O maior impacto no resultado do comércio varejista em 2010 foi do segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, cujas vendas tiveram alta de 9% em relação a 2009 - o que corresponde a 39,9% da taxa anual.

Segundo o IBGE, o desempenho reflete o aumento do poder de compra da população decorrente do aumento da massa de salário da economia, obtida pela melhora da renda e do emprego, e da expansão do crédito.

Das 27 Unidades da Federação, 16 tiveram alta nas vendas em dezembro na comparação com o mês anterior, enquanto 11 tiveram queda. Os melhores resultados ocorreram em Roraima (3,8%), Acre (3,7%) e Piauí (2%). As principais quedas foram no Amapá (-1,9%), Bahia (-1,4%), Alagoas e Paraná (-1,3% cada um).

A pesquisa é realizada com oito atividades do comércio: móveis e eletrodomésticos; hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; tecidos, vestuário e calçados; artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos; equipamentos e material para escritório, informática e comunicação; combustíveis e lubrificantes; livros, jornais, revistas e papelaria; e outros artigos de uso pessoal e doméstico.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.