Surto de intoxicação alimentar afeta mais de 950 alunos no Japão

Foto: AFP Direito de imagem AFP
Image caption No Japão, grandes cozinhas produzem a comida consumida em escolas

Mais de 950 crianças ficaram doentes na ilha japonesa de Hokkaido, no norte do país, sob suspeita de intoxicação alimentar. Nove escolas da cidade foram fechadas até o fim desta semana.

Treze das crianças que apresentaram sintomas foram hospitalizadas. Autoridades da cidade de Iwamizawa, onde ocorreu o surto, afirmam que uma investigação está sendo realizada, e que a causa da intoxicação ainda não foi determinada.

Segundo o correspondente da BBC em Tóquio Roland Buerk, existe uma suspeita de que tenha havido infecção por salmonela, um gênero de bactéria frequentemente presente em carnes de animais, em particular galinha, e ovos.

Quinze professores e outros funcionários de escolas também apresentaram sintomas, mas nenhum deles se encontra em estado crítico.

Segundo Buerk, o surto foi bastante disseminado porque, como em muitas cidades do Japão, Iwamizawa possui grandes cozinhas que centralizam a produção e distribuição da comida servida nas escolas da cidade.

As refeições sob suspeita haviam sido preparadas um dia antes, para cerca de 3 mil estudantes da cidade. Entre os pratos, estavam sopa de missô e batata, salada feita de komatsuna (um vegetal semelhante ao espinafre) e rabanete com carne moída.

O correspondente da BBC diz que as cozinhas responsáveis por servir as escolas foram fechadas enquanto o inquérito sobre as causas da intoxicação é realizado.

Notícias relacionadas