Navio com 148 brasileiros que trabalham na Líbia chega à Grécia

Passageiros evacuados de Benghazi após desembarcarem na Grécia Direito de imagem AFP
Image caption Os 148 brasileiros devem voltar ao Brasil na segunda-feira

Chegou neste domingo à Grécia o navio com 148 brasileiros, 48 portugueses, 20 espanhóis e um tunisiano que partiu de Benghazi, segunda maior cidade da Líbia.

Segundo o Ministério de Relações Exteriores, não houve registro de incidentes durante a viagem e a embarcação aportou em território grego por volta das 7h (horário local; 2h de Brasília).

O Itamaraty afirmou que os 148 brasileiros deverão seguir viagem para o Brasil na segunda-feira, em avião fretado pela construtora Queiroz Galvão. A partida está prevista para ocorrer às 8h, no horário grego.

Os brasileiros embarcaram na sexta-feira no navio, fretado pela empresa Queiroz Galvão, para fugir dos conflitos na Líbia, que se estendem há duas semanas e já provocaram mais de 700 mortes, segundo ONGs.

Por causa do mau tempo, a embarcação só pôde começar a viagem no sábado.

Também neste domingo, a empresa brasileira Odebrecht informou em nota que concluiu a operação de retirada de todos seus funcionários expatriados da Líbia.

“No total, 3.558 pessoas de 35 nacionalidades saíram do país sem nenhum incidente. Ontem (sábado), chegaram a Malta o terceiro voo fretado pela empresa, com 445 pessoas e um navio com 1.889 pessoas a bordo.”

Segundo a empresa, as pessoas seguirão de Malta para seus países de origem por meio de conexões, processo que deve durar mais alguns dias.

Notícias relacionadas