Grã-Bretanha

Gangue vende casamentos falsos com prostitutas a imigrantes

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

As denúncias de casamentos falsos na Grã-Bretanha triplicaram em apenas dois anos, segundo as mais recentes estatísticas do Ministério da Imigração do país.

No ano passado, os cartórios reportaram 934 casamentos suspeitos, contra 561 em 2009 e 344 no ano anterior.

Uma investigação da BBC mostrou como as gangues de casamentos falsos atuam no país, muitas oferecendo como noivas mulheres prostitutas a imigrantes sem visto de permanência.

Os acertos são feitos para driblar as regras de imigração e conseguir vistos para os falsos cônjuges.

Com uma câmera escondida, a reportagem visitou uma firma de advocacia no leste de Londres e chegou a negociar por 10 mil euros uma “noiva” falsa do Leste Europeu.

A partir do próximo mês, o governo britânico vai extinguir um certificado de autorização para que estrangeiros de fora da União Europeia possam casar no país.

O requerimento vai contra a legislação europeia de direitos humanos.

Há temores de que o fim do certificado facilite esse tipo de crime no país. Mas o governo afirma que a papelada já não combate de forma eficiente a fraude nos casamentos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.