Homens são presos na Indonésia ao tentar embarcar com 40 cobras

Píton apreendida na operação em Jacarta Direito de imagem AFP
Image caption Animais foram sedados para não ser detectados no raio-X

Dois homens foram presos no aeroporto de Jacarta, na Indonésia, quando tentavam embarcar para Dubai levando 40 serpentes na bagagem de mão.

A segurança apreendeu as pítons, que estavam sedadas, quando os homens tentavam passar pelo raio-X.

Segundo a agência AP, os acusados disseram à polícia que o objetivo era vender os animais a colecionadores nos Emirados Árabes.

Em declarações reproduzidas no jornal <i>Jakarta Post</i>, o porta-voz do aeroporto, Salahudin Rafi, explicou que os contrabandistas aplicam sedativos aos animais para que não sejam detectados no raio-X.

"Em nome da segurança de voo, não é permitido que animais sejam trazidos para dentro da aeronave sem permissão e sem cuidados especiais. Nós normalmente colocamos os animais no bagageiro. As pítons estão entre os animais proibidos", disse o porta-voz.

Se forem condenados por contrabando, os acusados podem pegar até sete anos de prisão.

Os animais foram levados para o centro de quarentena do aeroporto.