Ásia

Homens são presos na Indonésia ao tentar embarcar com 40 cobras

Píton apreendida na operação em Jacarta

Animais foram sedados para não ser detectados no raio-X

Dois homens foram presos no aeroporto de Jacarta, na Indonésia, quando tentavam embarcar para Dubai levando 40 serpentes na bagagem de mão.

A segurança apreendeu as pítons, que estavam sedadas, quando os homens tentavam passar pelo raio-X.

Segundo a agência AP, os acusados disseram à polícia que o objetivo era vender os animais a colecionadores nos Emirados Árabes.

Em declarações reproduzidas no jornal Jakarta Post, o porta-voz do aeroporto, Salahudin Rafi, explicou que os contrabandistas aplicam sedativos aos animais para que não sejam detectados no raio-X.

"Em nome da segurança de voo, não é permitido que animais sejam trazidos para dentro da aeronave sem permissão e sem cuidados especiais. Nós normalmente colocamos os animais no bagageiro. As pítons estão entre os animais proibidos", disse o porta-voz.

Se forem condenados por contrabando, os acusados podem pegar até sete anos de prisão.

Os animais foram levados para o centro de quarentena do aeroporto.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.