Príncipe William decide não usar aliança após o casamento

Direito de imagem Getty
Image caption A Rainha visitou William na base onde ele trabalha, no País de Gales

A Monarquia Britânica anunciou nesta sexta-feira que o príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono, não usará aliança após se casar com Kate Middleton, em 29 de abril.

A decisão do príncipe seria devido a uma preferência pessoal de William, refletindo um hábito que tem se tornado mais comum nos últimos anos na Grã-Bretanha.

O pai de William, o príncipe Charles, usa uma aliança. Por outro lado, o Duque de Edimburgo, marido da Rainha Elizabeth 2ª e avô paterno de William, optou por não usá-la.

Acredita-se que, durante a cerimônia de casamento, William irá colocar a aliança no dedo da noiva, mas ela não fará o mesmo com ele.

“De acordo com a vontade do casal, a senhorita Middleton vai usar um anel, que será dado pelo príncipe William”, disse um porta-voz.

Ouro

O anúncio sobre as alianças foi feito logo após a visita que a Rainha fez a William na base aérea da Ilha de Anglesey (na costa norte do País de Gales), onde ele trabalha como pesquisador e piloto de resgate.

Também nesta sexta-feira, a Família Real confirmou que Middleton vai usar um anel feito de ouro retirado de uma mina galesa.

O ouro da mina de Clogau St David, presente da Rainha, já foi usado em anéis de diversos casamentos reais, incluindo o da própria Elizabeth 2ª, o da Rainha Mãe e da princesa Diana, mãe de William, morta em 1997.

A menos de um mês do casamento, o Ministério da Defesa anunciou que mais de mil homens das Forças Armadas vão se espalhar pelo trajeto em Londres entre a Abadia de Westminster, onde será realizado o casamento, e o Palácio de Buckingham, residência oficial da Rainha na capital britânica, onde depois será realizado um baile para os convidados.

“É uma grande honra para nós fazer parte (desse evento). Vamos sempre nos lembrar com muito orgulho”, afirmou o general David Richards, chefe do Departamento de Defesa.

Notícias relacionadas