Oriente médio

Fotógrafo registra a vida no Iêmen

  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    O fotógrafo iraniano Kamran Jebreili fez imagens do Iêmen durante inúmeras viagens ao país, entre 1999 e 2009. Acima, um vendedor na parte velha da capital, Sanaa.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    O país passou a ocupar lugar de destaque no noticiário internacional devido à recente onda de protestos contra o presidente Ali Abdullah Saleh, no poder há 32 anos. Mas o país abriga civilizações há milênios. Na imagem, um menino conduz um bode, na na parte antiga de Sanaa.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    O movimento de pessoas no portão da cidade velha de Sanaa atinge seu ápice ao meio-dia. A cidade já foi uma das mais importantes da península arábica. Hoje, o Iêmen é considerado um dos países mais pobres do Oriente Médio.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    Homens admiram a vista do alto do Palácio de Pedra, em Sanaa.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    O país tem taxa de desemprego de cerca de 40% da população economicamente ativa. Teme-se que devido à falta de oportunidades para os jovens, o país vire um refúgio para a rede extremista Al Qaeda. Na imagem, camponesas levam bodes para o pasto.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    Meninas voltam para sua aldeia sob o forte sol do meio-dia.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    Pescadores no porto de Malakah, no Golfo de Aden.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    Vendedores da droga khat. Grande parte dos iemenitas, especialmente homens, dedicam pelo menos uma hora de suas tardes para mascar o narcótico.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    Velhos iemenitas leem o Alcorão, conversando e passando o tempo nas proximidades da Grande Mesquita de Sanaa. O governo iemenita tem enfrentado uma série de problemas na sua área de defesa e segurança, incluindo um movimento separatista no sul e um levante de rebeldes Houthi, xiitas, no norte.
  • Foto: Kamran Jebreili /cortesia: BBC persa
    Mulheres iemenitas vestem tradicional costume urbano.

O fotógrafo iraniano Kamran Jebreili fez imagens do Iêmen durante inúmeras viagens ao país entre 1999 e 2009.

A República do Iêmen foi fundada em 1990 com a unificação com o Iêmen do Sul, mas a região abriga civilizações há milênios.

O país voltou a ganhar destaque no noticiário recentemente devido à onda de protestos contra o governo do presidente Ali Abudllah Saleh, há 32 anos no poder.

Muitos analistas temem que o Iêmen se transforme em um Estado falido. Com uma taxa de desemprego ao redor de 40% da população economicamente ativa,altos níveis de desnutrição e pobreza e inflação no setor de alimentos, o Iêmen é um dos mais pobres do Oriente Médio.

Há temores de que, imerso na falta de perspectivas, sobretudo para os mais jovens, o país vire um refúgio para a rede extremista Al Qaeda.

O governo iemenita tem enfrentado uma série de problemas na sua área de defesa e segurança, incluindo um movimento separatista no sul e um levante de rebeldes Houthi, xiitas, no norte.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.